quinta-feira, 24 de junho de 2010

O Cãozinho que foi ao encontro do seu Dono




Uma das últimas fotos do Tony, tirada no domingo, no dia do jogo



Esta é a última foto do Tony, tirada há dois dias, antes da internação



Oi Amigas,

Espero que estejam todas bem.

Mais uma vez não retornei aos recados de vocês, mas tentei explicar que nosso cachorro estava muito doentinho.

Infelizmente trago-lhes mais uma triste notícia: nosso cachorro Tony faleceu esta manhã.

Eu apresenti o Tony ao blog aqui, em outubro do ano passado.

Depois de diversas idas e vindas, exames, muito corre-corre, choradeira  e confusão, descobrimos que ele estava com a tal doença do carrapato. Fizemos 4 raio-x da coluna e o problema estava lá bem estampado: uma vértebra sendo comprimida severamente. E dá-lhe antiinflamatório!

O que mais me entristece é saber que ele estava relativamente bem até terça-feira, tanto que foi ao pet tomar banho junto com o Fiel. Voltou lindo, perfumado e com gravatinha verde e amarela. Ainda sentia dores e ficamos de tirar outras radiografias. Mas como ele teve problemas de estômago por não aceitar o remédio, pedi ao vet. que fizesse uma intravenosa. Foi quando descobriram que o sangue não coagulava...

O diagnóstico dessa doença do carrapato, habitualmente, é muito difícil e não há prevenção. Não adianta frontiline ou derivados, pois se o carrapato infectado picar, há risco de morte. Eu havia levado os dois a uma fazenda faz pouco tempo, talvez ele tenha se infectado por lá, não há como saber. 

Como o Tony já era idoso e tinha problemas de coluna, nós o tratamos como tal. Mas o sangue começou a não coagular ou sei lá o que, foi quando o médico teve a "brilhante ideia" de fazer um simples exame de sangue e descobrir que ele estava com a tal doença. Não me perguntem porque ele não fez esse exame de sangue antes, pois eu não sei! Mas aí já era tarde demais. Eu juro que tentei de quase tudo, mas não deu...

Estou um bagaço, ainda me culpo por não tê-lo levado a outro veterinário e buscado uma segunda opinião, me culpo por achar que era a coluna e não outra coisa, por não ver que ele já apresentava sinais há uma semana e eu socando antiinflamatório nele...Como pude não perceber isso? Como pude não enxergar que a doença era outra? e se eu tivesse feito isso ao invés daquilo?

Passei essa madrugada toda com ele, que gemeu muito, sofreu demais. Ele só parava de gemer quando eu falava com ele, cantava ou alisa sua carinha e suas patinhas. Às 4hs da madrugada vim pra casa dormir um pouco. Às 7hs eu soube do falecimento dele e fui ao nosso último encontro.

Fiquei sozinha com ele por quase uma hora sem deixar que ninguém chegasse perto de nós; apenas com meu olhar nem o veterinário ousou se aproximar, senão eu o mataria ali mesmo.

Ali, naquele lugar frio, fiquei alisando seu pelo macio, beijando sua carinha fofa e carente que sempre teve, e  massageando as almofadinhas das patas dianteiras, coisa que ele adorava. Ajeitei suas orelhinhas, alisei com uma escova seu pelo lindo, limpei a boquinha e ficamos abraçados.

Depois tirei seu pijaminha e a coleira, deixando nele apenas a gravatinha com as cores da bandeira do Brasil, mas que depois tive de tirar.

Não me perguntem de onde tirei essa força, pois nem eu mesma sei... apenas fiz meu último carinho em quem tanto amei...

Depois eu e meu irmão decidimos pela cremação do corpo. Aqui tem uma universidade que tem curso de veterinária (Unimar) e lá eles cremam os corpos dos animias mediante uma taxa. Há até uma ante-sala para a despedida, como se fosse um velório, mas eu não tinha mais forças. Eu me despedi dele sozinha, sentindo as dores que ele sentiu e meu irmão acompanhou a cremação.

Assim que voltei estava arrebentada, chorando tanto que minha mãe se apiedou de mim, ela chorou apenas de ver o estado em me encontrava e ainda disse ao meu irmão que eu poderia ter um treco, que era para ficarem de olho.

Sempre agarrada ao pijaminha dele, sua coleira vermelha e a gravatinha, tomei um "sossega leão" que me arranjaram e apaguei o dia todo. Acordei atordoada e agarrada ao pijama dele. Andei até a sala e deitei na sua caminha, onde voltei a dormir mais um pouco sentindo o cheirinho dele.

Como dói...

Ainda ouvirei o latido dele muitas noites, isso é certo. Também ouvirei na hora do jornal da noite ele dar uma leve arranhadinha na porta da sala, pedindo seu ossinho diário ou outro petisco que sempre tinha em mãos para lhe agradar.

Não terei mais a quem dar dois pãezinhos franceses toda manhã (um para comer, outro para enterrar); ou 2 salsichas de frango todo dia (uma de manhã, outra de noite); os ossinhos mini eram seus preferidos, mesmo ele sendo um gigante de 46kg; o arroz com frango que fazia todo domingo agora está cancelado, pois era ele quem gostava, assim como de mussarela.

Era carinhosamente chamado de "Bonecão", pois tinha a doçura de uma bonequinha, mas com o tamanho de um gigante. Incapaz de agredir quem quer que fosse, se afeiçoou aos gatos mesmo passando a conviver com eles apenas a partir dos 5 anos. O Chiquinho, no inverno, dormia ao lado dele.

O Fiel foi seu grande discípulo, aprendendo a marcar as mesmas árvores, a derrubar bananeiras, a morder todo tipo de vasilha plástica que encontrasse, a enterrar petiscos, a latir na hora certa, a ser tolerante com outras espécies. O mesmo Fiel que hoje passou o dia todo amuado sem latir e procurando o velho amigo em todos os cantos do terreno, do quintal e da casa. O mesmo Fiel que se deitou ao lado do Tony na última noite em que esteve em casa, tentando acalentar o velho amigo.

Não há consolo para a morte de quem amamos, seja gente ou animal, disso já tenho certeza. Somente o tempo ameniza a dor dessa separação.

Há apenas conformismo, ainda mais no caso do bonecão Tony, pois ele era do meu pai. Desde que meu pai faleceu, há dois anos, ele decaiu muito de saúde, mesmo com nosso extremo cuidado. Sentia falta dele, chorava, esperava que na hora do pão francês fosse meu pai e não eu. Meu pai tinha um fusquinha e toda vez que ouvia o barulho de um fusca ficava eufórico, achando que era meu pai que estava voltando. E nem vendemos o fusca por conta disso, pois era onde ele dormia todas as tardes ou nas noites de frio: dentro do fusquinha.

Eu me conformo apenas com o fato de que eles devem estar juntos agora, em plena paz e descanso, que finalmente o adorável e fofo Tony encontrou seu dono, meu pai.

Domingo, no dia do jogo, tirei muitas fotos dele dentro de casa, pois morria de medo de fogos de artifício. Passou a tarde todinha comigo, até 19hs. Depois quis ir dormir no fusquinha, pra relembrar o dono.

A rapidez dessa doença é inacreditável e avassaladora...

As fotos abaixo foram tiradas há 4 dias. Dá pra acreditar nisso?


Meu Bonecão Tony no dia do jogo, todo assustado com os rojões:


Tentando tampar os ouvidos com o barulho dos fogos:


Nada o acalmava, apenas estar ao meu lado:


Fiel e Tony:



Meu bebezão fofo e carente:






Meu Bonecão tomava boa parte da sala, mesmo estando sempre tosado:


Tony observando o Vuvu, ao fundo:


Muito fofo ver os dois brincado:




O Tony até subiu na poltrona pra cheirar o Vuvu e depois ficou lambendo a barriguinha dele, muito carinhoso mesmo...


A pata gigante que tinha a almofadinha mais deliciosa do mundo...


O mestre e o discípulo:


Distraindo o Fiel com um osso no dia da internação do Tony:


Sua última gravatinha, que não pode ir para a cremação:



A caminha onde ele dormiu pela última vez:
As bolinhas de tênis e de chocalho, a coleira vermelha, o pijaminha, os ossinhos e o cobertor...


A mesma caminha onde deitei hoje a tarde, me contorcendo de choro, de dor e de saudade do amigo Bonecão



************

Meninas

Peço desculpas por vir aqui tantas vezes em uma semana me lamentar...

Foram tantas as desgraças que parecem não ter fim, me desculpem pelos desabafos.

Dizem que há inferno astral, ou que soltam as bruxas. Deve ser um desses o meu caso, pois há dois anos, entre idas e vindas, vem um tsunami de desgraças em minha vida.

Ando muito cansada disso tudo, não suporto mais tanta dor e não estou sabendo como dirimi-las.

Espero que compreendam se, vez ou outra, eu der uma sumidinha.

Preciso ficar sozinha e tentar curar as feridas, encontrar meios de diminuir tanta dor...

Meu muito obrigada a todas!

Beijoooo


*********



Papai, cuide bem do nosso Bonecão. Em breve estaremos todos juntos!









36 comentários:

  1. Oi Slvana,
    Chorei com a notícia do Tony, é que me lembrei da minha July e minha Mel, elas também estão com essa doença do carrapato, mas ainda bem que descobri logo, estão numa bateria de antibióticos 21 dias e depois novo exame de sangue, a veterinária me disse que por elas serem novinhas é mais fácil de curar estou torcendo com o coração apertado, sei o que sentiu com o Tony, você não tem culpa o veterinário q devia ter pedido um exame de sangue antes, fazer o que.
    Quando levei as minhas só com vômitos e sem ânimo a veterinária logo disse que não poderia dar nenhum diagnóstico sem o exame de sangue aí sim depois ela começou o tratamento.

    Não fica triste pense que na situação q ele estava era pior estava sofrendo muito não é?

    Bjs e fica com Deus

    ResponderExcluir
  2. Sil, pelo amor de Deus, acordei hoje e vi essa notícia. Linda não sei como você está agora, mas me contate temos muito a falar com você. Estou muito preocupada com você e chorei muito com a notícia. Por favor Sil, eu sei que tem hora que o mundo parece que desabou na nossa cabeça, mas é essa hora que a gente tem de lutar contra o tsunami e vencer ele, eu sei o quanto é duro perder algupem que amamos, a saudade dói que nem parto, a saudade é como arrumar o quarto do filho que já morreu. Me ligue me mande email, qq coisa, quero falar com você, sei lá, ver o que posso fazer, alguma coisa, nem que seja pra gente chorar juntinha.

    ResponderExcluir
  3. Ai Sil , chorei muito agora.
    Ele era lindão , imagino ele e seu pai juntos que farra devia ser.
    Infelizmente , é isso , não tem explicação nem consolo na partida.
    Eu sabia q na hora você encontraria forças , e só depois q a gente desaba.
    Fique muito triste agora mas não se entregue.
    Comentei ontem com minha comadre que gosto demais de você.
    Se precisar assovie , ligue , mande email , vou estar aqui Amiga.
    Muita paz pra você.

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil

    Eu poderia te dizer muitas coisa, mas acho melhor dizer apenas uma: que VOCÊ fique em paz e se cuide. Não estou menosprezando seus sentimentos pelo Tony ou por suas perdas anteriores. Viva o luto sim, mas não deixe que ele te coloque pra baixo, pois você sabe como nós somos predispostas a nos afundarmos no poço da tristeza, da angústia e da culpa.

    Que Deus te abençoe e te console

    ResponderExcluir
  5. As minhas lagrimas estão caindo ,de sentir
    esta dor pelo qual você esta passando. Ele foi muito bem tratado, não da para acreditar que ele tem dez anos. Não se culpe, você fez tudo que estava ao seu alcanse. Ele esta feliz porque esta com seu papai. Curti a sua dor, o choro ao contario faz bem pelo menos ameniza esta dor que você esta sentindo. Um beijo bem grando no seu coração, ele é uma estrelinha a mais no céu, fique com Deus e tudo isso vai passar, com o tempo, não a dor que dure para sempre e logo viram coisas boas na sua vida.

    ResponderExcluir
  6. Faz bem em vir aqui e desabafar conosco amiga,assim fica um pouco mais leve. Sinto muito pelo Tony...Sem palavras,sei o quanto dói. Logo tudo se ajeitará e essa tempestade cessará. Não há mal que dure pra sempre.Montão de bjs e abraços de esperança

    ResponderExcluir
  7. Oi,Silvana

    Meus olhos se encheram de lágrimas com seu post.Entendo este amor,esse seu momento de luto.Mas pense nesses acontecimentos como uma onda de desgraça em sua vida,mas sim em aprendizagem.Acredito que você é muito forte e vai dar a volta por cima.Você têm muitas qualidades,não deixe que a tristeza as levem emborar.Força menina,A vida esta ai,para vivermos intensamente.
    Beijos no seu coração.
    Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  8. Sil querida, me desculpe por não ter passado por aqui antes, é que tbm estou na maior correria por causa da minha sogra quer foi operada de novo =0(
    Querida Sil chorei quando li o seu post, afinal tive a oportunidade de conhecer pessoalmente Tony e confesso que tive até medo do tamanho dele, mais depois percebi que era dócil.
    Sil essas horas são dificéis, meu Bidú tbm já teve doença do carapato, quase o perdi, mais como era novinho, tive 2 aninhos e a doença foi descoberta rápida conseguimos salva-lo, mais todos os anos ele tem que tomar a vacina para aumenta a imunidade dele, pq depois da doença ficou mto baixa.
    Querida não se culpe, tinha que ser assim, ele sabe o quanto vc deu carinho e amor para ele. Vc conseguiu passar tudo isso em um único post, tenho certeza que ele foi para o lado do seu papis com a consciência de que foi mto amado por vc´s todos.
    Eu vi o quanto vc ama os seus bichinhos, se dedica mesmo.
    Pense apenas nos momentos bons que marcaou a sua vida junto com ele, não pense nesses ultimos acontecimentos da doença, isso só te machuca ainda mais =0(
    Saiba que estou aqui p/ o que der e vier, se precisar ligar para mim, vou adorar, vc ainda tem o meu nº???
    E não pense que nós nos incomodamos com os seus post, afinal nós blogueiras temos uma corrente mto forte de fé e carinho, é sempre daqui que busco minhas forças quando estou triste, por isso sempre apareceça por aqui e se fortaleça.
    Te Adoro querida... Bjos bem grandão...

    ResponderExcluir
  9. Silvaninha,

    Nenhum de nós, infelizmente, tem poder para salvar um ente querido, nem uma mãe pode salvar a vida de um filho se chegar a hora dele, então não se culpe, vocês fizeram tudo de melhor pelo Tony, ele viveu com amor e foi descansar com teu pai, agora estão juntinhos lá, eu creio.

    Nem me atrevo a tentar te consolar, já perdi tantos amigos cachorrinhos e gatos, por isso evito ao máximo adotar outros, o custo afetivo da perda é muito grande e já estou meio borocoxô para aguentar certos sufocos.

    Como disse a Simone, não tenha pudor de dizer que está triste, esquisito seria se não estivesse, nesse momento em que as saudades estão muito remexidas. Tudo isso só demonstra que vc tem coração, sentimentos, graças a Deus. Isso te faz a pessoa sensível, boa, maravilhosa que todas conhecemos, admiramos e amamos como irmã.

    Vivencie seu luto, é importante não fugir dos fatos, mas olhe para frente, há outros precisando do teu amor, da tua força, não abandone quem te ama e confia em ti, sua família, os bichinhos todos e seus amigos.

    Além disso, amiga, lá no céu, teu pai te vê sempre e, com certeza, fica feliz quando te vê bem, não o entristeça, cuide-se com carinho, seja generosa contigo também, tá?

    Ah, desculpe, já falei demais, desculpe.
    Sil, tb espero reencontrar todos os meus amiguinhos que já foram, nossa, vai ser um furdunço no céu...

    O que seria uma amizade se não pudéssemos abrir o coração? Tamos contigo sempre, beijo,

    ResponderExcluir
  10. Sil querida...é difícil né amiga.Enquanto lia seu post fiquei muito emocionada,pois inevitavelmente lembrei do meu bassê que perdi ano passado, ele teve falência dos órgãos,estava muito velho,mas antes de ser levado ao veterinário,ele sorriu pra mim e balançou o rabinho como um agradecimento ou apenas me dizendo que foi muito boa nossa convivência.
    Precisou ser sacrificado, estava soltando sangue por todos os lados,estava sofrendo horrores...e mesmo assim "sorriu" pra mim.
    Amiga, só o tempo suaviza tudo.As lembranças ficam, é o que nos sobram.
    Sinto muito amiga,espero que fique bem logo.
    Ainda bem que há o Fiel e seus gatinhos, eles a ajudarão.Beijos

    ResponderExcluir
  11. Estou chorando com você amiga.

    Não se culpe pelo que aconteceu com o Tony, você fez tudo que era possível.

    É importante que se cuide para ficar forte e continuar olhando e amando os que precisam de você.

    Não se torture.

    O momento é de tristeza, eu sei, mas nada dura para sempre.
    Dias melhores virão, você é uma pessoa do bem.Confie.

    Silvana, nessas horas o monstro da depressão está a espreita.
    Não deixe querida ele se aproximar.
    Você não está sozinha, conte conosco.
    Desabafe tudo.

    Concordo com nossa amiga Biula.
    Seu pai não quer ver você triste.
    Viva bem amiga, viva bem...
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  12. Alô Silvana. Vamos que vamos e força.

    Pulso forte e com o seu coração valente. O TONY, o seu garotinho foi e continuará sendo uma botão da sua e da nossa vida. Somos todos assim. Chorar, já choramos. Nós ainda vamos chorar, mas é assim mesmo. Um filho que se foi. Força e Força.


    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Ah Sil q notícia trsite... me emocionei com seu relato... lembrei de quando a Nina se foi. Eu tbém me culpo até hj achando q poderia ter diagnosticado a doença dela antes. Q poderia ter feito algo... mas o q importa Sil é q vc o amou incondicionalmente e ele a vc. Vc cuidou muito bem dele. Minha vó sempre dizia q temos q cuidar bem dos nossos animais pois quando nós formos pro lado de lá, no meio do caminho sentimos muita sede. E quem vem nos dar água são eles. Vamos todos nos rever sim! Bjus e fica com Deus! A dor é imensa mas logo fica a lembrança...

    ResponderExcluir
  14. Minha amiga, fico mto triste por tudo o que vc está passando.
    Não sei se vc leu um post que fiz lá pelo dia 23 de maio, se não leu, dá uma passadinha lá p/ ver minha história.

    Sei mto bem o que vc está passando, tb tive um inferno astral, mas o meu durou 10 anos...

    Procure de distrair, se apegar ainda mais na fé em Deus, estar ao lado de pessoas queridas, pois não sabemos o dia de nossa partida. Procure fazer do seu presente a única coisa certa nesta vida.

    Qdo mais jovem sofri muiiito com a perda de cachorros que eu amei muito. Depois, mais adulta acho que "fechei" um pouco meu coração prá eles, pois era sofrimento demais...Mas tenho meu animais, até porque meu marido adora, mas eu nunca mais quis me apegar...acho que foi uma armadura p/ me proteger do sofrimento.

    Fique mais tranquila...que bom que vc acredita que um dia estará junto de seu pai, pois tenha certeza, vcs um dia se encontrão!

    Bjs♥ e não abandone o blog, ele te faz bem e nós estamos aqui p/ te "ouvir".

    ResponderExcluir
  15. Sil tô preocupada com vc... Anda mto sumidinha...
    Dá um alô, manda um sinal de fumaça, apareça querida, vc faz falta.
    Bjos!!!!

    ResponderExcluir
  16. Oi, mana Sil, vim te dar um abração apertado e um beijo estalado, smack!!

    ResponderExcluir
  17. Ola Silvana,

    Desculpe-me por nao ter vindo antes! O Tony era lindo! Amiga, vou rezar para Deus acalmar seu coracao!
    Nao se culpe, vc o melhor possivel!
    Beijos

    Mi

    ResponderExcluir
  18. Olá,
    Hoje descobri voce e acredite derramei um balde de lágrimas,lamento tanto a partida de seu amigão Tony,sei bem a dor que voce deve estar sentindo pois já tive esta experiencia.Adorei sua filharada cada gato mais lindo e o Fiel é lindão.Bem espero que seu coracao se acalme e isto é o tempo que vai ajudar,por cá posso rezar p que Deus a conforte.Sou cachorreira,tenho duas meninas da raca Maltes então compreendo muito este amor,carinho e afeto que estes sereszinhos de Deus nos transferem dia a dia.
    Adorei o blog e principalmente a recomendacao para seu pai,que lindo!!!
    Bjs,saúde e paz!!!

    ResponderExcluir
  19. Sil, que pena! Da tristeza ler o seu post. mas é a vida. Nem tenho o que falar, força amiga. Bjs

    ResponderExcluir
  20. Sil...espero que esteja bem amiga.Te gosto muitão viu♥

    ResponderExcluir
  21. Ola Silvana,

    Estou passando para saber como vc esta?

    Bjs

    Mirane

    ResponderExcluir
  22. Oi Silvana passei para te dar um oi , e fiquei muito triste com a partida do teu amigo, não consigo parar de chorar , sei o qto dói, a minha Charlotte partiu fazem quatro meses mais ainda doí muito.força, terás ele sempre contigo, por que qdo amamos de verdade, quem amamos sempre ficam por perto. beijocas analú

    ResponderExcluir
  23. sil,li agr sobre o tony....realmente fiquei mt triste,ele era lindo..e sei de seu carinho por eles....:)espero k vc fique bem amiga....tenha força...amiga,se precisar estou aqui pertinho....um abraço da amiga si
    fica bem:)

    ResponderExcluir
  24. Minha querida amiga Silvana.
    Em primeiro lugar,quero me solidarizar com sua dor pela passagem do Tony.Tambem ja passei por isso e sei como e dificil perder um amigo canino que amamos tanto.Ha poucos meses perdemos o Bogs,que era do meu filho mais velho,mas amado por toda a familia,com essa maldita doenca do carrapato.Doi muito mesmo perder esses nossos amados animais.
    E em segundo lugar,quero agradecer imensamente a sua homenagem ao meu aniversario.Muito obrigada mesmo,fiquei emocionada e muito feliz com suas palavras.Cheguei ontem do Brasil e so hoje abri o blog para me atualizar,e dai dou de cara com essas suas lindas palavras.Voce e uma pessoa muito especial para mim,estou sempre torcendo muito por voce e sempre me encantando com seu amor aos animais.Fique em paz,querida amiga,e seja sempre essa pessoa maravilhosa e carismatica que encanta a todas nos que temos o privilegio de fazer parte do seu mundo da blogosfera.Grande beijo e felicidades.Com amor,zenaide storino.

    ResponderExcluir
  25. Siiilllll, vc esta melhor???Sinto sua falta, beijocas!!!!

    ResponderExcluir
  26. Sil querida,

    Estou com saudade, espero que vc esteja com saudade de todas nós tb, tá?

    Beijoquinhas pra ti,

    ResponderExcluir
  27. Silvana,
    Estou preocupada com você!

    Mas sei que você é forte.
    Um abraço bem apertado, amiga.

    ResponderExcluir
  28. Ola Silvana

    Sempre que puder vou passar por aqui!
    Como vc esta?

    Um Beijo

    Mi

    ResponderExcluir
  29. olá, caramba.. cheguei chorar.. o q posso te dizer é vai passar .. mas a saudade não,, mas lembre com alegria , nunca com tristeza.. 10 anos com um cão é uma vida...meus sentimentos, de coração ..mas tenha ânimo.. estou levando umas fotos suas pro meu blog , ok? bjs LIN

    ResponderExcluir
  30. Estou com saudades...volte logo!

    ResponderExcluir
  31. si.....volta logo amiga...saudades...vamos fazer arte amiga (artesanato)....vc faz tao lindo...:)e super caprichosa..:)qualque coisa estou aqui é so chamar
    beijo si

    ResponderExcluir
  32. Oi, Silvaninha, estás por aí?

    Animada com o início das campanhas políticas?
    Agora, depois da Copa, vamos começar a ver os debates entre os candidatos.
    Sil, amiga, não me agrada particularmente nenhum deles, é chato isso, falta de opção.

    Essa semana passei muito enojada com o teor dos noticiários, essa imundície que fizeram com aquela moça, como as mulheres ainda levam pedrada depois de usadas, tudo errado.

    Aqui continua muito frio à noite e pela manhã, esquenta durante o dia, céu muito azul, lindo.

    Beijocas pra ti, um abração com saudade,

    ResponderExcluir
  33. Oiêê Queridona...
    Passei para garadecer os parabéns pelo meu niver, obrigadão =0)
    Sil, se as bruxas estão a solta dê um chute bem grandão nelas e sorria... Sei que é complicado falar isso nesse momento de turbulências, mais passa amiga.
    Vc poderá contar comigo sempre... =0)
    Continue mandando noticias, não vai sumir de novo pq fico com saudades =0(
    Bjos!

    ResponderExcluir
  34. Sil,

    Estou com saudades de você e seus comentários. Sei que as coisas devem estar difíceis, mas não some, estamos aqui.
    Mas passei para te dizer que já que gosta de felinos, a sorte sorriu pra você... Você ganhou o sorteio do meu blog. Espero um email com seu endereço para eu poder enviar.
    Parabéns!
    Beijos e saudades

    ResponderExcluir
  35. Oi Sil,
    volta logo, tá?
    E venha conhecer a turminha da pesada q tenho aqui em casa.
    E... penso q o Bonecão não foi ao encontro "do dono" mas, de seu melhor amigo e q agora os dois estão brincando felizes.
    Aki ficamos só com as saudades, enquanto não chega a hora do reencontro.

    Xêro procê
    Sil Cruz

    ResponderExcluir
  36. Amada irmã planetária,

    Estava passeando pela net quando me deparei com imagem da patinha do seu peludo. A imagem me chamou a atenção e entrei aqui. Na realidade não poderia de chamar este espaço de de blog, nem de site, entrei diretamente na terra do seu coração. Amo profundamente animais, lia sua mensagem e as lágrimas escorriam do meus olhos.
    Sei muito bem o que estas passando!!! Só não quero que se culpe por nada, tenha certeza que seu peludo foi muito feliz com todos voces. A gente minha terna amiga, sempre busca uma desculpa quando perdemos alguém especial, digo alguém mesmo, pois para mim os animais fazem parte da alma, vida e sentimentos da gente. Fiquei feliz por outro aspecto!!! Que bom que existe ainda pessoas como voce que amam verdadeiramente nossos irmãos menores, que são SERES HUMANOS com todas as letras. Os animais são anjos que Jesus colocou na vida da gente para aprendermos a vivermos com pouco, a ser mais humildes, a dar valor ao simples, e valorizar o outro sendo fiel. Os animais são anjos que não sabem voar... Tenha certeza que seu peludão esta em um lugar mágico cheio de luz.
    Não se culpe isso não fará bem para ele, ele foi e sempre será muito mais do que esse sentimento de culpa. Hoje como estrela brilhante ele te protegerá.
    Se cuida e fique com deus

    abraços de Luz
    Hospital Espiritual do Mundo

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo à página de comentários.

Apreciarei cada recado postado aqui, assim como as sugestões.

Muito obrigada pelo carinho!

Volte Sempre!

Beijooooo